Natal consumista…

Dezembro 21, 2005 at 7:20 pm 8 comentários


Um cenário que se repete todos os anos, entrar nas lojinhas significa ser atropelado por inúmeras figuras do Pai Natal, pinheiros de todos os tipos, decorações, muitos anjos, enfim, todo aquele panorama da época. Detalhes cuidadosamente planeados para criar o que ficou convencionado como o “espírito de Natal”, ou seja, a necessidade de comprar, comprar e comprar.Presentes para todos – filhos, sobrinhos, pais, irmãos, primos, avós – e se forem só estes já é muito bom… Claro que, não podem ser esquecidos os amiguinhos, aquele tio do clube ou do condomínio. A lista é infindável e a expectativa das crianças não tem limites, até porque elas não têm noção do quanto isso custa, nem a soma que representa no final. E, além disso, os tempos não estão fáceis, não é? Equilibrar o orçamento e satisfazer todos esses desejos acaba por ser um desafio e tanto!

Conforme a idade é muito difícil fazer com que os putos compreendam esses gastos. Muitas vezes, imperceptívelmente, a atitude dos adultos estimula o consumo exacerbado. O que dizer aos filhos, por exemplo, por não poder proporcionar às crianças a bicicleta ou o jogo de computador que, dizem elas, o amigo, vai ganhar?

Assim, os pais, devem delimitar muito bem até que onde podem ir, se for preciso não devem sair das pequenas lembranças para presentes extravagantes, lembrando-se que basta um pequeno gesto, um mimo para se sobrepor ao presente mais valioso…

Bem, e quanto às crianças é necessário não alimentar grandes expectativas e, posteriormente, maiores frustrações devido a desejos não satisfeitos. O que é que adianta dar a possibilidade de um presente que, à partida, os pais já sabem que não podem dar? Desta maneira os pais estão, também, a contribuir para o desenvolvimento mental da criança, no que toca à percepção da realidade e de limites necessários à vida, à sociedade tanto actual como futura.

Marcar o Natal como uma data inesquecível é um desejo legítimo das famílias, mas não pelo consumismo. Cabe aos pais reflectir sobre qual a ideia de Natal que querem passar aos seus filhos. Apenas uma corrida às compras, um exagero de comidas e bebidas?

A infância é o momento ideal para apresentar o verdadeiro espírito do Natal. Os pais devem proporcionar às crianças a possibilidade de vivenciar, na prática, valores como solidariedade, companheirismo e doação. Para isso, porque não envolver toda a família na montagem da árvore, colocação das luzes e no embrulho dos presentes. Aproveitando as habilidades das crianças, com desenhos, pinturas e, claro, pequenos textos alusivos à data escritos pelos miudos…

Eu talvez não compre nenhum presente, este Natal, não é preciso, e que tal um grande abraço…

Anúncios

Entry filed under: Cultura.

A vida não é uma droga! Pena de morte?

8 comentários Add your own

  • 1. Anonymous  |  Dezembro 21, 2005 às 9:19 pm

    De mulher invisivel

    Mais um óptimo post do senhor vlad!

    Realmente hoje em dia o Natal confude-se com prendas e mais prendas. Ninguém pergunta a uma criança, “como vai ser ou com quem vais passar o teu Natal”, mas perguntam “o que é que pediste ao Pai Natal”. As crianças são inocentes e puras, reflectem o meio em que vivem e o que lhes ensinam, mas mais grave é que os adultos que deveriam ter maturidade para saber distinguir as coisas, agem como as crianças.

    Vamos ter esperança que as coisas mudem…PARA MELHOR!!!

    Um bom Natal para todos!

    Responder
  • 2. Vlad  |  Dezembro 22, 2005 às 12:27 am

    Srª Mulher Invisivel, nao me trate por senhor, ainda sou novito :)…
    Tente registar-se novamente.
    E um Bom Natal pra si e pra todos!

    Responder
  • 3. Sr. Fulano Tal  |  Dezembro 22, 2005 às 2:26 am

    Vlad

    Tu e as mulheres! Ainda me vais explicar como fazes!!!

    Um beijinho na bochecha tenra.

    Responder
  • 4. Vlad  |  Dezembro 22, 2005 às 3:31 am

    Lool..
    Nao há segredos, esse é o segredo!

    Responder
  • 5. bruninhow:b  |  Novembro 8, 2010 às 11:48 am

    É só Bosta aqui ….
    p´ra todos .l.
    :b

    Responder
  • 6. bruninhow:b  |  Novembro 8, 2010 às 11:49 am

    Amo_te Carina …. Simplesmente es a minha vida (L)

    Responder
  • 7. Anónimo  |  Dezembro 1, 2011 às 10:20 pm

    nunca consume em natal…

    Responder
  • 8. Larissa  |  Dezembro 1, 2011 às 10:22 pm

    kkkkkkkkkkkkkk natal e muito bom gente nada de consumir pow quem disse que tem que comsumir em Natl…

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 125,050 Questionaram

%d bloggers like this: