À caça do cancro!

Outubro 14, 2006 at 5:31 pm Deixe um comentário


Uma “manobra diversionista” que introduz o metal rutênio nos tumores cancerígenos para que “se suicidem” melhora as perspectivas de cura do cancro intestinal, informaram cientistas da Universidade de Viena.

A equipa de investigadores, lideradas pelo químico e médico Bernhard Keppler, assegurou que o método funciona como um “cavalo de Tróia”, já que o rutênio é transportado para a célula através de uma proteína que normalmente serve para o fornecimento de ferro.

Devido ao crescimento rápido e ao seu metabolismo acelerado, as células malignas do cancro necessitam de grandes quantidades de ferro. No entanto, em vez de obterem essa substância, elas entram em contato com o rutênio, que surte efeito nas mitocôndrias, as “centrais energéticas” das células, de modo a que fiquem programadas para seu “suicídio”.

O rutênio é um elemento químico de número atômico 44 situado no grupo 8 da tabela periódica.

Para reduzir ao mínimo os efeitos secundários, os especialistas estabeleceram um mecanismo de protecção para as células saudáveis, de modo que o rutênio permanece inactivo quando é aplicado a estas, enquanto nas células cancerígenas é activado, devido à ausência de oxigênio provocada pelo metabolismo acelerado.

Os investigadores já elaboraram tratamentos emelhantes contra o cancro dos testículos mas obtiveram os primeiros sucessos em estudos clínicos para combater o cancro intestinal.

Anúncios

Entry filed under: Saúde.

Cientistas anunciam novo gel… Bombeiros de Canas de Senhorim

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 125,073 Questionaram

%d bloggers like this: