Era uma vez…

Agosto 10, 2009 at 11:36 pm Deixe um comentário


Era uma vez um senhor deputado que um dia fora acusado de falsificação de documentos e fraude fiscal, esse senhor foi notificado pela polícia para prova de caligrafia, que para vocês entenderem é um método de provar a forma de escrever, assinar dessa pessoa. Seria uma prova que poderia incriminá-lo quanto às suspeitas levantadas. No entanto, na véspera dessa prova o sr.º deputado lembrou-se de uma coisa. Sabem ele tem um parente que é médico num hospital da capital, diz-se que trabalhava em cirurgia vascular. Bem mas isso não interessa, o facto é que o sr.º em causa recorreu ao favor do seu parente, o médico, para nada mais nada menos, engessar o braço. Sim, não se acreditam? É verdade. Ele não tinha o braço fracturado mas contam que desde criança que tinha um gosto enorme pelo gesso tendo sido distinguido pela sua professora de educação visual nessa arte, assim foi ao hospital e saiu com um braço engessado. No dia seguinte como vocês já perceberam ele não conseguiu fazer a prova de caligrafia, ou no mínimo, a escrita seria afectada. Bem, assim não foi possível efectuar essa prova.

Uma breve trecho de uma história para crianças, em que o lobo-mau está por demais distinguido e imoralidade patente. Um episódio rocambolesco, vergonhoso, incrível… Quem pactuou com este episódio devia ter no mínimo vergonha.

O lobo-mau é este senhor (link).

Anúncios

Entry filed under: Politica.

‘Paramédicos’ Politiquices

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 123,962 Questionaram

%d bloggers like this: