Aparelhos de Enfermeiro – A morte

Janeiro 11, 2010 at 6:35 pm Deixe um comentário


Ser enfermeiro implica criar novas relações com pessoas. Implica ganhar a confiança dos nossos utentes, ter uma atitude empática, conquistar a sua empatia. A atitude terapêutica só se concretizará em pleno se essa empatia for conquistada e para ser perfeita, ser recíproca. Quando trabalhamos regularmente com as mesmas pessoas, ou muito tempo com cada pessoa, essa relação desenvolve-se e aprofunda-se. No limite existe uma relação forte facilmente confundível com qualquer ligação familiar que, neste caso, sendo mais ou menos desaconselhável é, por vezes, impossível de precaver.

Enumerem-me todos e mais alguns intrumentos que me ensinaram durante o curso, bem como, alguns que possa vir a experimentar e, mesmo assim, não me convencerão do contrário. Invoquem a frieza que vamos ganhando ao longo do tempo na relação enfermeiro-doença e, mesmo assim, não me convencerão que lá no fundo, um dia, em algum cantinho estará um caso que vos marca.

Chegados a este estádio ou estadio de relação empática acontece que algumas situações vão provocar sentimentos desagradáveis nos enfermeiros e outros profissionais de saúde. A morte de uma pessoa com a qual atingimos inadvertidamente um grau de afecto enorme causa um sentimento de perda e revolta forte ao qual deveríamos estar blindados. São ossos do ofício, ossos que quebram! Não gosto de passar por situações como estas. STOP

Anúncios

Entry filed under: Aparelhos de Enfermeiro, Saúde. Tags: .

A caminho da capital da: Arrumações

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 124,278 Questionaram

%d bloggers like this: