Os Media escondem e provocam Crises

Fevereiro 13, 2010 at 2:14 pm Deixe um comentário


Os media têm nos últimos tempos levado a cabo uma desmedida e irresponsável luta contra o governo incentivando o desgoverno. Na pessoa de José Sócrates tem sido atirados a forte disparo uma panóplia de acusações, insultos e provocações. Na minha pequena caminhada de vida não me lembro de político algum ter sido mais perseguido pela imprensa que o próprio. Até certo ponto, esta perseguição pode explicar-se pela má resiliência que Sócrates sempre revelou a qualquer dito jornalístico que não passasse no seu crivo de ideias, no entanto, não há resiliência que suporte esta massa de opiniões que a cada dia nos entra porta adentro.

Preocupa-me o facto de tudo que seja informação relacionada com política, actualmente e salvo raras excepções, vá exclusivamente direccionada no sentido de destruir a imagem do Primeiro Ministro e instalar um clima de desgovernação.

Pensemos nas escutas, promiscuidades entre políticos e empresários, alegados controlos de informação e tudo o resto que tem vindo a praça pública. É no mínimo péssimo acusar deliberadamente pessoas sem veredicto de justiça deliberado. É no mínimo péssimo alterar a opinião pública através da difamação dos intervenientes políticos usando para tal escutas, de foro privado. É no mínimo péssimo pensar que um Primeiro-Ministro não pode criticar A ou B, da maneira que bem entender, numa conversa privada – afinal, quem não o faz?

De igual modo, é no mínimo rídiculo alguém ousar falar de liberdade de expressão posta em causa quando toda a demonstração da liberdade de expressão se destina a criticar o tal mentor do controlo dessa mesma expressão.  Inacreditável até.

Não acredito que o Primeiro-Ministro seja perfeito, todos sabemos que não; não acredito que ele não tenha algum tipo de promiscuidade com o sector privado, financeiro e da comunicação social; mas e daí? Daí até existir censura vai um longo caminho. Daí até haver prova firme de que houve atentado ao estado de direito vai um longo caminho. Para além disso, venha o primeiro Primeiro-Ministro que não tenha qualquer tipo de promiscuidade, contactos, influências em algum sector da sociedade.

É triste ver uma estratégia comum dos media de denegrir a imagem do Primeiro-Ministro, de criar um clima de instabilidade e desconfiança, numa autêntica corrida a euros. Esses media esquecem porventura um facto. A crise. Quando todos os portugueses deviam pensar na crise eles enchem as suas cabeças com guerras montadas contra José Sócrates. Quando todos os portugueses deviam estar informados dos esforços e desempenho do Parlamento na resolução da crise os media simplesmente delegam esse trabalho para segundo plano.

Culpa também para os políticos de direita! Quando todos os políticos que assentámos na Assembleia da República deviam única e exclusivamente apontar soluções para o país perdem o seu tempo a dar combustível ao motor da imprensa, ou pior, a muni-la de carros de alta cilindrada.

Por tudo isto, eu acho que é tempo de os nossos políticos centrarem os seus esforços na política, é tempo de os nossos jornalistas centrarem os seus esforços na divulgação de cenários de interesse e frutíferos para o país, é tempo de os portugueses pensarem por si próprios e ajudarem à discussão de soluções de futuro. O que os media e os políticos de direita essencialmente estão a fazer, não é mais do que prorrogar a crise e afundar ainda mais o país.

Leiam também:

Double Standart, de Sofia Loureiro dos Santos [link1]

Vale tudo, de Leonel Moura (in Jornal de Negócios) [link2]

O outro polvo, no 31 da Armada [link3]

Pesos & Medidas, de Eduardo Pitta [link4]

A histeria, de Constança Cunha e Sá [link5]

Anúncios

Entry filed under: Politica.

Para ler: Zimbabwe: Revolução precisa-se!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 125,073 Questionaram

%d bloggers like this: