Pecados na Igreja Católica

Abril 7, 2010 at 1:28 am 1 comentário


A propósito deste texto do Manuel Henriques (link) – abordando a polémica dos últimos tempos – digo o seguinte:

Na minha opinião, é certo repudiar os actos dos ‘padres que cometeram pedofilia [e/ou abusos sexuais]’, é certo repudiar quem os encobriu. De igual modo, certo é que não devemos generalizar aquilo que é particular. Há prevaricadores na Igreja – punam-se! Mas prevaricadores há em todo o lado.

O facto de uma ala de bloggers ligada à esquerda dar ‘demasiada’ relevância (na opinião de uma ala de bloggers ligada à direita) a estes casos polémicos na Igreja Católica não justifica a crítica às suas opiniões, desde que não caiam no erro de generalizar os casos a toda a instituição da Igreja.

Pragmático e sintético – que esta agenda está a sofrer sérios distúrbios de timing! Até breve espero.

Entry filed under: Cultura. Tags: .

No aparelho de estado: A ditosa pátria dos enfermeiros Brevemente: Blogue colectivo de enfermeiros

1 Comentário Add your own

  • 1. Manuel Henriques  |  Abril 7, 2010 às 11:37 pm

    Concordo com o teu comentário ( a tua intenção), mas não é isso que eu leio nos jornais e na blogosfera.

    A instituição “Igreja” ( com as suas virtudes e defeitos) constitui para os seus detractores, de ontem e de hoje, um obstáculo a uma determinada ideia de religião secular.

    Um abraço

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 120,557 Questionaram

%d bloggers like this: