+ Saúde 8

Maio 27, 2010 at 4:30 pm Deixe um comentário


Artigo publicado na edição n.º 137 do Jornal Canas de Senhorim

Cancro da Próstata

Este mês proponho-me a falar do cancro da próstata. O cancro da próstata é um dos tipos de cancro mais frequente no homem e representa uma causa de morte muito relevante. Muito relevante porque apesar de o número de mortes causados por este cancro ser muito menor que o número de novos casos diagnosticados, temos a certeza que é uma doença com grande probabilidade de tratamento desde que o diagnóstico seja precoce. E esse dignóstico precoce, como podemos obtê-lo? Este é o pressuposto inicial para o que vos vou falar, o diagnóstico precoce do cancro da próstata é essencial para o tratamento.

O cancro da próstata é uma doença pouco habitual antes dos 50 anos, no entanto, aumenta gradualmente a sua ocorrência com o avançar da idade, sendo que o seu comportamento tende a modificar-se justificando opções terapêuticas variadas. Como em todas as formas de cancro existem causas prováveis e factores considerados preventivos. Neste caso, o estilo de vida e a dieta parecem ter uma acção preventiva, ou seja, uma alimentação rica em antioxidantes, vitaminas A, D, E e selénio (que podem ser encontrados no pão, cereais, fruta, cenoura, espinafres, melância, alho e cebola; tomate cozinhado e vinho tinto).

No entanto, e este é o ponto fulcral que queria salientar, o diagnóstico precoce é fundamental – como em todas as doenças oncológicas o diagnóstico precoce aumenta as probabilidades de sucesso do tratamento – apesar de controverso, o rastreio do cancro da próstata está normalmente indicado a partir dos 50 anos e consiste na realização do toque rectal e no doseamento do PSA. O toque rectal é, sem margem para dúvidas, a grande barreira para o diagnóstico precoce. Vivendo numa sociedade um pouco machista como vivemos é difícil para os homens aceitarem um método de diagnóstico pouco habitual e facilmente conotado com práticas homossexuais. Daí a inevitabilidade de tocar neste ponto, cabe a todos nós sensibilizar os homens para a vulgaridade deste acto de diagnóstico e para a extrema importância do mesmo na prevenção da doença e promoção da saúde. Deixe os preconceitos de lado e promova a sua qualidade de vida,

Passando à frente, saliento que nem todas as doenças da próstata são malignas. As mais frequentes são a infecção ou prostatite: situação de infecção da glândula, que se manifesta por dificuldade em urinar, ardor ou dor à micção, febre e queda do estado geral, por vezes de surgimento súbito que obriga a terapêutica com antibióticos; hipertrofia benigna da próstata (HBP): uma patologia que surge a partir dos 50 anos, é uma doença benigna que tem como consequências a diminuição do jacto urinário, urinar frequentemente e em pequenas quantidades de dia e de noite, ou mesmo retenção urinária, trata-se da doença mais frequente da próstata, que pode requerer tratamento médico ou cirúrgico; e cancro da próstata.

Sabendo que o diagnóstico do cancro da próstata é estabelecido, essencialmente, com base no exame prostático (toque rectal), no doseamento do PSA e na biópsia importa salientar a necessidade de os homens quebrarem os seus preconceitos e consultarem o aconselhamento dos profissionais de saúde. Após os 50 anos é fundamental realizar regularmente o rastreio do cancro da próstata, por isso não dê valor a preconceitos – dê valor à sua saúde, lembre-se que quanto mais cedo diagnosticar a doença exponencialmente maiores são as possibilidades de tratamento.

Consulte o seu médico ou enfermeiro de família, esclareça as suas dúvidas, procure informações acerca da doença ou sintomas específicos, não tema que a sua privacidade seja invadida. Os profissionais de saúde zelam pelos seus interesses e desmistificarão qualquer preconceito, medo e/ou fobia que tenha perante determinada doença ou acto terapêutico.

Para sugestões e/ou recomendações de temas a abordar nesta rubrica, agradeço que contactem via electrónica para danyelrodrigues@gmail.com.

Daniel Rodrigues

Entry filed under: + Saúde (Jornal Canas). Tags: .

Isto também é gozo! Depois do Arnold Schwarzenneger na Califórnia…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 120,558 Questionaram

%d bloggers like this: