À flor da pele.

Agosto 15, 2010 at 4:47 pm 5 comentários


Com os nervos.

O voluntariado é fundamental e é, sem margem para dúvidas, o maior veículo para a cidadania ativa e responsável. Do mesmo modo, o voluntariado não pode ser a única ou a principal forma de ação em nenhuma área de intervenção. Podia enumerar uma série de fragilidades que atingem o voluntariado, não acho que seja necessário.

Os bombeiros não são exceção. O modelo até aqui proposto está gasto e tem de ser alterado. Progressivamente sim, com rapidez por favor.

As associações de bombeiros voluntários devem continuar a existir e são fundamentais. Constituem o pilar da proteção civil e é nelas que devem ser implementadas as equipas profissionais de bombeiros. O futuro deve passar pela implementação de um número mínimo indispensável de equipas profissionais nas associações.

Não é concebível que um sem número de heróis continue a lutar contra a maré, exaustos e solitários. A vida tem um valor inexorável e nós continuamos a desvalorizá-la.

Para bom entendedor, meia palavra basta.

Entry filed under: Bombeiros. Tags: .

Resiliência Fernando Pessoa

5 comentários Add your own

  • […] This post was mentioned on Twitter by Daniel Rodrigues, Daniel Rodrigues. Daniel Rodrigues said: À flor da pele.: Com os nervos. O voluntariado é fundamental e é, sem margem para dúvidas, o maior veículo para a … http://bit.ly/bkc2Vi […]

    Responder
  • 2. Cila  |  Agosto 15, 2010 às 9:31 pm

    As pessoas vão porque querem, fazem porque querem é essa a doutrina, se assim se pode chamor, de quem é voluntário. Muitas vezes sem conhecimentos, mais, digamos (técnicos) do que estão a fazer, mas sempre com uma vontade enorme de ajudar, de estender a mão… todos nós e, contra mim falo porque nunca fiz,uma vez na vida devia-mos fazer voluntariado por exemplo num hospital, acho que pelo menos durante algum tempo encarava-mos a vida de outra maneira! È logico que o voluntariado é “fragil” as pessoas não têm formação sobre o que estão a fazer, a não ser uma vontade desmedida de ajudar. Em relação a haver profissionais no “meio” de voluntários, não sei se ia dar certo, mas é uma ideia…e quem sabe não ia dar resultado!!!

    Cumprimentos

    Responder
    • 3. Daniel Rodrigues  |  Agosto 15, 2010 às 9:46 pm

      Cila,
      Desculpe mas uma das componentes obrigatória do voluntário (se assim se pode dizer) é a formação.
      Como dizemos no seio dos bombeiros, os voluntários têm de ser profissionais na hora de actuar. E quanto às limitações do voluntariado não me referia à formação. O voluntariado tem condições para uma boa formação actualmente. Lamenta-se por vezes a falta de vontade e a falta de selecção de elementos por parte dos corpos dirigentes para a execução de determinadas tarefas. Lá está, uma das limitações do voluntariado – escassez de recursos humanos.

      Voluntários com profissionais teriam de se dar bem e trabalhar ainda melhor. São questões de civismo. Com uma boa coordenação funcionaria em pleno. Hoje já funciona adequadamente (FEB/GIPS/BOMBEIROS).

      Cumps.

      Responder
  • 4. Cila  |  Agosto 15, 2010 às 10:31 pm

    Desculpe Daniel pela minha ignorância, fui espreitar e sei que terminou o seu curso de Enfermagem e que é Bombeiro, melhor do que ninguém sabe o que está a dizer e eu estou sempre a aprender um pouco. Vocês adoram o que fazem, eu tenho não muitos mas alguns conhecidos e até colegas de trabalho bombeiros (em canas tambem), já presenciei várias situações quando a sirene toca tudo pára para vocês, só têm um objectivo correr para o quartel…
    Mais uma vez obrigado pela explicação

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 120,557 Questionaram

%d bloggers like this: