Política do Medicamento

Setembro 26, 2010 at 11:06 pm Deixe um comentário


Apesar de continuar com rodeios e tabus, neste ponto Ana Jorge está a trabalhar bem. A despesa com medicamentos pode ser severamente reduzida, a bem do Estado e a bem do cidadão comum, todas as medidas nesse sentido são bem-vindas.

Os médicos sabem que na generalidade os medicamentos genéricos oferecem a mesma eficácia que o denominado medicamento de marca, assim sendo não há argumentos ‘válidos’, legais e ‘claros’ para contrariar todos os incentivos à escolha preferencial dos genéricos.

Siga esse caminho Sr.ª Ministra. Não esqueça também a problemática dos idosos polimedicados – precisamos de uma intervenção urgente no sentido de alertar os médicos para a revisão das tabelas terapêuticas dos seus utentes  -. É comum vermos idosos a cumprir terapêutica para uma situação aguda da qual já não padece, é comum vermos idosos com uma série de fármacos que podem anular/alterar a acção de outros que também consome. Tudo isto é despesa do SNS, e não é pouca.

Entry filed under: Saúde. Tags: .

Falar de revisão constitucional… Assina!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 120,558 Questionaram

%d bloggers like this: