O que arde cura.

Outubro 14, 2010 at 10:45 pm Deixe um comentário


A medida recentemente aprovada na AR, que institui a obrigatoriedade de os médicos justificarem a prescrição de medicamentos de marca que coexistem com genéricos, o princípio da prescrição segundo substância activa, a unidose, entre outros aspectos fundamentais na política do medicamento são de louvar.

Fico sem perceber o porquê da bancada socialista ter sido a única a opôr-se à medida. Salvo Vera Jardim, que aplaudo. Agora, no rescaldo, ainda não ouvi uma justificação plausível da Ordem dos Médicos para a contestação a esta medida. Porquê? Porque não pode justificar a contestação com a redução de ‘patrocínios’ provenientes dos laboratórios?

Ardeu, sr.º Bastonário. O que arde cura, já dizia o povo.

Entry filed under: Politica, Saúde. Tags: .

Lombas Basta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 120,557 Questionaram

%d bloggers like this: