+ Saúde 19

Junho 11, 2011 at 12:09 am Deixe um comentário


Artigo publicado na edição n.º 148 do Jornal Canas de Senhorim

Medicamentos à base de plantas ou homeopáticos

O objetivo ao abordar este tema é, principalmente, esclarecer a diferença entre os medicamentos homeopáticos e os medicamentos à base de plantas, passando pela informação necessária ao consumidor e concluindo com a minha perspetiva pessoal.

Passo a explicar. Um medicamento homeopático é um medicamento obtido a partir de substâncias ou matérias-primas homeopáticas, estas podem ser animais ou vegetais. O conceito, em termos vulgares, passa pela administração de uma substância radicalmente diluída que provocará os mesmos sintomas à pessoa que aqueles de que ela já padece anteriormente graças à sua doença. Isto com o objetivo de reforçar os mecanismos de defesa da pessoa com vista à resolução da doença.

A homeopatia, no nosso país, não é considerada uma especialidade médica e não é reconhecida como tal na generalidade do panorama mundial. Neste contexto, torna-se alvo de muita contestação, em primeiro lugar, porque a substância ativa é tão diluída que a sua ação será infíma, em segundo lugar, visto que não há evidência científica de que seja um método eficaz.

A única evidência existente é a de que pode funcionar como um placebo vulgar, deste modo, a sua ação não deriva da substância ativa em si mas sim da perceção de tratamento que a pessoa usufrui, podendo assim alcançar alguns resultados positivos.

Posto isto, a sua existência obrigou à construção de normas para a respetiva autorização. Os medicamentos homeopáticos devem, assim, ser obtidos de acordo com um processo de fabrico descrito na farmacopeia europeia, ou na sua falta, em farmacopeia utilizada de modo oficial num Estado-membro, e que pode ter vários princípios.

Deste modo, a legislação existente, cujo cumprimento é regulado pelo Infarmed, visa garantir a qualidade e a segurança de utilização dos medicamentos homeopáticos, salvaguardando a saúde pública e assegurando aos utilizadores o fornecimento de informações claras sobre o seu caráter homeopático e a sua inocuidade.

Um medicamento à base de plantas é, por seu lado, um produto farmacológico cuja preparação deriva da utilização de diferentes substâncias de origem vegetal, na sua grande maioria, de forma tradicional ao contrário daqueles que existem já no mercado que, mesmo sendo constituídos por plantas ou preparações à base de plantas, foram autorizados ao abrigo do uso clínico bem estabelecido.

Dada a crescente utilização deste tipo de produtos houve, de igual modo, a necessidade de criar normas específicas para que a maioria destes produtos conseguisse cumprir os requisitos mínimos de eficácia e segurança, iguais aos que devem demonstrar os restantes medicamentos para obterem uma autorização de introdução no mercado.

Um medicamento tradicional à base de plantas, de acordo com a respetiva definição é concebido para ser utilizado sem a vigilância de um médico pelo que, tal como os outros medicamentos não sujeitos a receita médica (MNSRM), poderá ser vendido em Farmácias e em estabelecimentos de venda de MNSRM.

A utilização destes produtos decorre de uma convicção pessoal e a evidência científica dos benefícios que os mesmos oferecem é, no mínimo, questionável. Aconselho a procura de um médico ou outro profissional de saúde reconhecido antes de iniciar um ‘tratamento’ com estes produtos.

Saiba que antes de qualquer pílula, é na alimentação saudável e na aquisição de estilos de vida saudáveis que residem os alicerces da saúde.

[Escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.]

Para sugestões e/ou recomendações de temas a abordar nesta rubrica, agradeço que contactem via eletrónica para danyelrodrigues@gmail.com.

Daniel Rodrigues

Entry filed under: + Saúde (Jornal Canas). Tags: .

A ver: + Saúde 20

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Questionário

Memorando

Interlocutores

  • 120,558 Questionaram

%d bloggers like this: